HOME LIVRARIA REVISTA SECRETARIADO CADERNOS

.

Difusora Bíblica - home page
.

 

 

MARCOS: este Homem era Deus (Lopes Morgado)

MARCOS

Este Homem era Deus

Lopes Morgado

Este livro é o seu companheiro permanente de todos os Domingos e Festas ao longo do Ano Litúrgico B, cujo evangelista principal é S. Marcos.

Neste livro, pode encontrar:

- Indicação das leituras bíblicas do dia.

- Texto completo do Evangelho, na versão litúrgica, e breve comentário para melhor entender o seu sentido original bíblico.

- Texto de reflexão com base nas três Leituras do dia, o qual, além de fazer uma ligação da sua mensagem à vida do homem de hoje, pode servir como: suporte para uma introdução à própria celebração do grupo ou da grande assembleia (diaporama), admonição inicial à Eucaristia do Domingo ou Festa, ambientação do Encontro de grupo ou síntese final antes do momento do compromisso ou da despedida.

- Textos do Magistério da Igreja sobre o Homem e sobre Cristo Redentor do Homem, para estudo, reflexão e acção.

- Outros textos sobre os mesmos temas, em prosa ou em verso, com destaque para os autores portugueses.

- Pequenas biografias de crentes que marcaram a caminhada da História da Humanidade com o seu testemunho e compromisso cristão.

- Muitas textos de oração, com especial relevo para escritos e orações dos primeiros cristãos, mais próximos do anúncio original da BOA NOVA de JESUS CRISTO.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

^

top

 

.

.

.

.

.

.

.

.

.

 BÍBLICA - Nº 358 - Maio / Junho '2015

.

.

.

.sumário

SITUAR a palavra

Ler a Bíblia com os pés

Manuel Rito Dias > manuel.rito@gmail.com

ESTUDAR a palavra

Que dizem os Evangelhos sobre a Virgem Maria?

Ariel Álvarez Valdés > arialvavaldes@yahoo.com.ar

CELEBRAR a palavra

Salmo 116: “Amo o Senhor...”

Manuel Rito Dias > manuel.rito@gmail.com

Leituras bíblicas de junho e julho

Lopes Morgado > lopes.morgado@gmail.com

"Vós sois o sal da terra" (cântico)

Acílio Mendes > freiacilio@gmail.com

SECÇÕES

ACTUALIDADE

Centenário do “genocídio arménio”

José Manuel Martínez | director da revista “Tierra Santa”

TERRA SANTA

O Genocídio do Povo Arménio

José Manuel Martínez

VIDA CONSAGRADA

Ter na pele a sensação de ter salvo uma vida

António Marujo | jornalista

MOVIMENTO BÍBLICO

Ações bíblicas 2015

XXIV Semana Bíblica de Barcelos

Frei Luís Gonçalves > freiluisfrater@gmail.com

EM FAMÍLIA

«Voltar sempre ao primeiro amor»

Lopes Morgado > lopes.morgado@gmail.com

CRÓNICA

Na Paróquia Portuguesa de Paris

César Pinto > cesarppp@gmail.com

 

MÁRTIR

Dom Óscar Romero, beatificado

Redação, com as Agências

 

NOTÍCIAS

Do mundo bíblico

João Santos Costa > joaostct@gmail.com


Dossiê

O grão de mostarda

 

60 anos da Revista Bíblica

História breve de um longo amor

Lopes Morgado > lopes.morgado@gmail.com

50 anos da 1ª edição da Bíblia:

Um livro é como um filho

Lopes Morgado > lopes.morgado@gmail.com

A Bíblia em Portugal

A Bíblia católica em Portugal

na segunda metade do século XX

Herculano Alves > freiherculano@gmail.com

 

.

 

Estatuto Editorial

 

  1.

 

A revista BÍBLICA é uma publicação bimestral que tem por objectivo a iniciação e formação permanente dos leitores no livro da Bíblia.

  2.

 

 

Enquanto meio de comunicação social, a revista BÍBLICA orienta-se pelos valores deontológicos do sector e deseja promover a dignidade de todas as pessoas à luz da Carta Universal dos Direitos Humanos e da Constituição Política Portuguesa.

  3.

 

 

 

Como propriedade da Ordem dos Franciscanos Capuchinhos, a revista BÍBLICA, no “espírito de Assis”, estima todas as criaturas como irmãs. Por isso, compromete-se na preservação da natureza, na promoção das condições para uma vida humana em qualidade e no respeito pelas outras religiões.

  4.

 

 

 

A revista BÍBLICA assume-se como o lugar onde a Bíblia se faz vida, ao traduzir em linguagem de hoje a palavra humana da Bíblia, para melhor captar os contextos culturais subjacentes à sua escrita e, através deles, ajudar a entender e viver a sua mensagem.

  5.

 

 

 

Portuguesa e editada em Portugal, a revista BÍBLICA destina-se prioritariamente aos falantes da Língua Portuguesa – quer aos cidadãos de Portugal a viver neste País ou emigrantes em todo o mundo, quer aos leitores dos Países de Língua Oficial Portuguesa. Mas, como o Evangelho, mantém-se aberta ao mundo inteiro, auscultando e relendo os acontecimentos e sinais do nosso tempo à luz da História da Salvação.

  6.

 

 

 

 

A revista BÍBLICA tem consciência de prestar um serviço público à cultura, pois se ocupa de um livro universal que ultrapassa as fronteiras religiosas. E sendo o único meio de leitura habitual de muitos assinantes, contribui igualmente para a informação e a tolerância nas famílias, com base em valores que constituem a matriz da Europa e da identidade ocidental.

  7.

 

 

A revista BÍBLICA não beneficia de quaisquer apoios económicos do Estado, incluindo o Porte Pago. Sendo suportada apenas pelos seus Assinantes e Amigos, quer manter com eles uma relação de fidelidade e justiça, procurando servir-lhes um produto credível a todos os níveis.

   

Fátima, 25 de Fevereiro de 2005

 

 

 

 

.

 

 

ASSINATURA

 

Portugal: 10,00 €

Europa, Macau, Guiné Bissau, S. Tomé e Príncipe: 14,50 €

Países fora da Europa: 17,50 €

 

Assinante de Benfeitor

 

Qualquer quantia superior à indicada

para a respectiva assinatura

 

Pagamento

 

Adiantado, no início de cada ano, em nome da Difusora Bíblica

 

Pagamento por transferência bancária

 

Banco SANTANDER-TOTTA (Fátima / Portugal)

NIB: 0018 0003 37573862020 67

IBAN: PT50 0018 0003 37573862020 67

BIC/SWIFT CODE: TOTAPTPL

[envie-nos o comprovativo]

 

Administração e Redacção

 

Administrador: Fr. Luís Manuel Novais Leitão

Rua S. Francisco de Assis, 160

Apartado 208

2496-908 FÁTIMA (Portugal)

Tel. 249 530 210

Telemóvel: 926 261 459

Fax 249 530 214

Av. Cons. Barjona de Freitas, 12

1500-204 LISBOA (Portugal)

Tel. 21 7742445

Telemóvel: 926 261 457

Fax 21 7782371

 

Endereço electrónico

 

 

 difusora@difusorabiblica.com

 

.

.

.

Estudos bíblicos de Fr. Herculano Alves

 

Fr. Manuel Rito

Director da revista 

«BÍBLICA»

Fr. Manuel Rito, Director da revista BÍBLICA

.

Ler a

Bíblia com os pés

Escrevo este apontamento em Jerusalém. Os 50 anos da primeira Bíblia dos Capuchinhos deram-me esta oportunidade.

Caminhar na terra Santa percorrendo os caminhos e os lugares dos personagens bíblicos, foi para mim uma forma de poder ler a Bíblia com os pés.

• A Grande Sinagoga dos judeus está perto da casa dos Capuchinhos. Caminhar de uma até à outra foi o meu primeiro percurso, sentindo-me assim incluído no caminho bíblico que vai de Abraão até Jesus Cristo.

• Andei pelas calçadas de Jerusalém, gastas pelos pés de tantos profetas, reis, sacerdotes, doutores da lei, curiosos, devotos, turistas… e fui tentando ler nas suas paredes as razões dos meus passos, sem misturar as probabilidades da história com as verdades teológicas.

• No Muro das Lamentações, olho as pedras que restam do templo antigo e observo, leio e entendo como «o templo de deus é santo» mas acreditando mais como «vós sois esse templo» (1Cor 3,17).

• Em Belém, subo até à igreja da Natividade onde encontro a casa do pão e da paz. Porém, deste lado estão os árabes; do outro lado estão os judeus. Quem os divide é um muro de cimento construído há dias, não Aquele que nasceu em Belém para ser pão e paz para todos.

• Nas margens do Mar Morto (e continua a morrer vários centímetros por ano), com praias de sal e de mitos, vou decifrando nas estrelas, inseguro mas confiante como Abraão, códigos de vozes e destinos incertos.

• Perto dali, caminhei com a comunidade essénia dentro das cavernas milenares e escuras de Qunran, segurando numa das mãos os Evangelhos e na outra a lanterna de Isaías.

• Um dia, também eu desci de Jerusalém a Jericó; mas foi no regresso que fiz de Bom Samaritano, ao prestar ajuda a um muçulmano, cedendo-lhe duas garrafas de água para o motor do carro avariado na estrada.

• Mais de uma vez passei pela Porta de Jaffa, para entrar na cidade de tantas cores, sons e credos… Controladores e câmaras de vigilância só encontrei nos guardas cristãos autoritários, rígidos e intolerantes na disputa e controlo do Santo Sepulcro.

• Nas poeiras do Deserto da Judeia não foi fácil ajustar as minhas pegadas às de Jesus. Encontrei apenas mosteiros, beduínos e silêncios de João Baptista.

• Ainda subi com alguma dificuldade o Monte da Transfiguração, para, lá em cima, ver o tempo convertido em templo e voltar a descer para devolver à planície as tábuas de Moisés.

Em meu andar, a palavra bíblica lida com os pés era, no fim do dia, percorrida pela reflexão da fé, convencido de que o mais importante não é saber andar pelos caminhos que Jesus pisou, mas saber se Ele anda pelos caminhos que eu piso.

[in: «BÍBLICA», nº 358

.

Consulte os números anteriores

VISITE, EM FÁTIMA

 

MUSEU DO

PRESÉPIO

Museu do Presépio (Capuchinhos - Fátima)

© 2000-2015 Difusora Bíblica - Todos os direitos reservados