.

PARA LER O EVANGELHO SEGUNDO S. MARCOS

Ver índice dos temas abordados abaixo.

3,50 €
3,15 € Poupe 10%
Com IVA
Quantity:

PARA LER O EVANGELHO SEGUNDO S. MARCOS

Redescoberta do Evangelho de Marcos

Um Evangelho desconcertante 

Quem é Marcos?

Chaves para a leitura

Quando foi escrito?

Manuscritos de Marcos numa gruta de Qumrân? 

1.ª Leitura: A geografia de Marcos

Um plano puramente geográfico debate-se com muitas dificuldades

Um espaço em torno de uma dupla oposição

– Galileia – Jerusalém

– País onde há judeus – país onde há pagãos

2.ª Leitura: o drama que se desenrola 

“Jesus, Cristo, Filho de Deus”

Deus proclama Jesus “Filho de Deus”: 1,2-13

Os homens interrogam-se. Os demónios sabem: 1,14–8,26

Resposta dos discípulos: “Tu és o Cristo”: 8,27-33

Resposta de Deus: 9,2-13

Debate em torno do título “Filho de David”: 10–13

Resposta de Jesus

Resposta do homem: “Ele é o Filho de Deus”

O segredo messiânico e o evangelho de Marcos

Como ler os Evangelhos

Em que ponto se encontra a exegese dos Sinóticos?

3.ª Leitura: Jesus e os discípulos 

1.ª Etapa: Do chamamento dos quatro primeiros discípulos à instituição dos Doze: 1,16–3,19

O chamamento dos quatro primeiros discípulos: 1,16-20

A jornada de Cafarnaúm: 1,21-39

O chamamento de Levi: 2,13-14

Jesus e seus discípulos solidários frente aos adversários: 2,15–3,6

2.ª Etapa: Da instituição dos Doze ao seu envio em missão: 3,13–6,6

O grupo Jesus-discípulos-multidão frente aos adversários: 3,20-35

Jesus e seus discípulos frente à multidão: 4,1-5,43

As parábolas: 4,1-34

Quatro milagres para ensinamento: 4,35–5,43

Jesus e os discípulos frente aos parentes de Jesus: 6,1-6

3.ª Etapa: Da missão dos Doze à profissão de fé de Pedro: 6,6b–8,26

A missão dos Doze: 6,6b-13

Transição: Herodes, Jesus e João Baptista ou o ambiente dramático da missão: 6,14-29

Do regresso dos Doze à profissão de fé de Pedro: 6,30–8,26

Primeira multiplicação dos pães: 6,30-44

Uma nova multiplicação dos pães: 8,1-9 

Pão dos filhos dado aos pagãos: 7,24-30–8,14-21 

A cura do surdo-gago: 7,31-37 

Significado atual dos relatos de milagres

4.ª Etapa: O caminho do Filho do Homem, da profissão de fé de Pedro aos anúncios e aproximação da Paixão: 8,27–10,52

A profissão de fé de Pedro e o primeiro anúncio da paixão e da ressurreição: 8,27–9,29

1. “Quem sou eu?”: 8,27-33

2. Primeira instrução de Jesus: 8,34–9,1

Níveis de interpretação das palavras de Jesus

3. A glória como termo do caminho doloroso: a transfiguração: 9,2-13

4. A cura de um possesso: 9,14-29

O anúncio da paixão e a vida cristã 9,30–10,31

1. Anúncio da paixão e instrução aos discípulos: 9,30-50

2. Problemas da vida cristã: 10,1-31

Terceiro anúncio da paixão aos discípulos: 10,32-52

1. Terceiro anúncio da paixão: 10,32-34

2. A exigência dos filhos de Zebedeu: 10,35-45

A historicidade dos Evangelhos

3. Um exemplo de verdadeiro discípulo: o cego de Jericó: 10,46-52

5.ª Etapa: Jesus em Jerusalém: 11,1–13,37

1. Confronto de Jesus com Jerusalém

2. Entrada em Jerusalém: 11,1-11

3. Purificação do Templo: 11,15-19

4. Figueira ressequida: 11,12-14.20-26

5. Controvérsia em Jerusalém: 11,27–12,44

6. Ruína do Templo e a vinda do Filho do Homem: Vigiai: 13,1-37

6.ª Etapa: paixão e ressurreição: 14,1–16,8

O ponto alto do livro

Características do relato da paixão em Marcos

O relato da paixão e da ressurreição

1. Do complot à prisão: Jesus perante a sua morte: 14,1-42

2. Da prisão à morte de Jesus: 14,43–15,41

3. Da morte de Jesus ao domingo: 15,42–16,8

J. Delorme
006-6007
88 Itens

Referências específicas